Notícias

Publicação: 26/02/2018   Comentários: (0)   Categoria: Últimas Notícias - Visitas: 453
Notícia

Após fim de contrato com terceirizada, linhas da CPTM sofrem problemas de manutenção

Funcionários da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos confirmaram ao Diário do Transporte denúncias recebidas pela redação que uma série de descarrilamentos que ocorreram no ano passado teve como causa a falta de manutenção adequada dos trilhos. A empresa nega e diz que as linhas são seguras, com a atuação de 2 mil funcionários da área de manutenção, dos quais 800 atuando nas instalações fixas, como as vias. Ainda de acordo com as denúncias, que foram posteriormente checadas pela reportagem junto a funcionários em campo, os problemas de manutenção foram agravados depois de agosto de 2017, quando terminou o contrato com a empresa Ferreira Guedes, responsável pela manutenção das vias da linha 7 – Rubi (Luz – Francisco Morato – Jundiaí) e 10 Turquesa (Brás – Santo André – Rio Grande da Serra). A CPTM confirmou à reportagem o fim do contrato e diz que está em andamento um processo de licitação para a contratação de outra empresa para os serviços de manutenção. A operadora estatal, no entanto, não informou quando será concluído este processo de licitação. A reportagem pesquisou, com ajuda de fontes, e encontrou um edital de manutenção das vias com entrega de proposta prevista para o para o dia 09 de março. As propostas deveriam ter sido entregues em janeiro, depois fevereiro e a nova previsão é março. Houve mais de uma centena de questionamentos de empresas possivelmente interessadas na concorrência. Fonte: Diário do Transporte https://diariodotransporte.com.br/2018/02/26/apos-fim-de-contrato-com-terceirizada-linhas-da-cptm-sofrem-problemas-de-manutencao-empresa-nega/

Tags: Após fim de contrato com terceirizada, linhas da CPTM sofrem problemas de manutenção

Comentários

Deixe aqui o seu comentário