Notícias

Publicação: 04/10/2018   Comentários: (0)   Categoria: Últimas Notícias - Visitas: 25
Notícia

Interferências de trens de carga nos trilhos da CPTM prejudicam 4 milhões de passageiros, diz Dersa

As interferências dos trens de carga nos trilhos da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) prejudicam cerca de quatro milhões de passageiros, segundo levantamento feito pela Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A).

 

De acordo com o estudo, a CPTM poderia aumentar em até 20 mil lugares por hora em cada sentido dessas linhas se não houvesse as interferências.

 

Os trens podem carregar metais, areias, grãos, madeira e contêineres para importação e exportação e eles só podem passar pelos trilhos após o horário de pico.

 

O levantamento feito pela Dersa faz parte do estudo para a construção do Ferronel Norte. As obras envolvem desapropriações e licenças ambientais. A Secretaria do Meio Ambiente de Guarulhos discutiu o projeto com o Conselho Gestor da Área de Proteção Ambiental Cabuçu-Tanque. A obra começou a ser discutida em 2011.

 

Em 2017, pelo menos cinco trens de carga descarrilaram nos trilhos da CPTM. Em 2013, um trem de carga atingiu um passageiro na Linha 7-Rubi, em Franco da Rocha.

 

Em nota, a CPTM afirmou que a implantação do Ferronel Norte vai melhorar o intervalo entre os trens e também diminuir os gastos com manutenção dos trilhos. A responsável pela obra é a empresa de planejamento e logística do governo federal e ela disse que o projeto de engenharia está em fase de elaboração e tem previsão de ficar pronto no final de outubro.

 

Fonte: G1; Foto: Internet.

https://www.omaquinaia.com.br/wp-content/uploads/2017/08/destaque_trem_de_carga_descarrila_entre_as_estacoes_de-francisco_morato_e_baltazar_fidelis_o_maquinaia.jpg

Tags: Interferências de trens de carga nos trilhos da CPTM prejudicam 4 milhões de passageiros, diz Dersa

Comentários

Deixe aqui o seu comentário