Notícias

Publicação: 25/04/2022   Comentários: ()   Categoria: Palavra do Presidente - Visitas: 54
Notícia

Respeito é bom e todos gostam

O título deste editorial é uma frase antiga, que não deixa nunca de ser atual, em razão da sua veracidade, principalmente, nos mundos corporativo e sindical. Ora, se todos precisamos de parcerias, qual a 
dificuldade em respeitar o trabalho e a vida do outro? Desde o início do processo de concessão das linhas 8 e 9, a CPTM e o governo do estado parecem ter esquecido o significado da palavra “respeito” 
e, com isso, mais de 2 mil Ferroviários são simplesmente ignorados. 
Os questionamentos sobre o que acontecerá com esses trabalhadores, onde eles atuarão e quando iniciarão a nova 
jornada na empresa não param e mesmo um mês depois de o serviço ser assumido pela ViaMobilidade esses profissionais 
seguem sem respostas tanto da CPTM quanto da Secretaria Estadual de Transportes Metropolitanos. 
Afinal, qual a dificuldade em dizer para esses profissionais qual serão os seus postos de trabalho? Nós sabemos qual é a dificuldade. O problema é organizar a empresa de modo a ter todos os processos 
em dia ou, ainda pior, a dificuldade é respeitar os direitos dos trabalhadores que tanto fazem por uma empresa que 
não está nem aí para a qualidade do trabalho e o bem-estar de seus funcionários – e, em consequência, da população paulista. 
Está na hora de a CPTM agir com dignidade e, em vez de pressionar os funcionários a se demitirem, deveria oferecer bom ambiente de trabalho e respeitar os direitos adquiridos pela categoria ao longo dos anos. 
Nós, do Sindicato, continuamos lutando pelos Ferroviários e, enquanto não conquistarmos o respeito devido à nossa categoria, não vamos parar de questionar. Vamos até as últimas instâncias para 
garantir que todos tenham emprego garantido e direitos preservados. Nós nunca vamos parar de lutar! 
Permaneceremos juntos, porque juntos somos sempre mais fortes.

Tags:

Comentários

Deixe aqui o seu comentário